1 de dezembro de 2016

Estrela Eta Carinae e seus mistérios.

A estrela Eta Carinae situa-se na Constelação Carina (Imagem abaixo), visível no Hemisfério Sul. 
A constelação de Carina como pode ser visto a olho nu.
Eta Carinae foi observada pela primeira vez em 1677 pelo astrônomo e matemático britânico Edmond Halley. Quando Halley a observou, ela não era tão brilhante como viria a ser anos posteriores. Precisamente no ano de 1843, quando seu brilho chegou a ser tão intenso quanto o brilho da estrela Sirius (estrela mais brilhante no céu noturno). Seu brilho foi tão forte que ficou visível durante o dia. O motivo de todo esse brilho se deu por causa de uma grande explosão, onde sua poeira cósmica atingiu a marca de 500 vezes o tamanho do nosso Sistema Solar.

Hoje em dia ainda é possível observar os restos desta explosão, na forma de uma nebulosa chamada Homúnculo (névoa envolta da estrela). Como se pode observar no gif abaixo. Foto feita pelo telescópio Hubble nos anos de 1995, 2001 e 2008. No centro estaria a estrela Eta Carinae. 
Créditos da imagem: Hubble, NASA, ESA; Processamento e copyright: First Light, J. L. Dauvergne, P. Henarejos.


Segundo cientistas, este material (poeira cósmica) poderia ser o mesmo ejetado pela estrela Eta Carinae no ano de 1843. E também em uma outra explosão há 1000 anos. 
Provavelmente ocorrerá uma terceira e última explosão. Não se sabe ao certo se ocorrerá daqui a décadas, séculos ou milhões de anos. Mas quando este fenômeno ocorrer, naturalmente será o seu fim. Após sua morte, a Eta Carinae dará início a um novo ciclo, se tornando uma supernova ou uma hipernova. Alguns astrônomos acreditam que nesta próxima explosão, ela se tornará tão brilhante, que poderá ser vista durante o dia por um observador posicionado na Terra. 


O brilho da Eta Carinae é 5 milhões de vezes mais intenso que o Sol. Mas um fato que intrigam os cientistas é que a cada ano a intensidade de seu brilho é reduzido.
Esta estrela é tão especial que a cada dois anos alguns pesquisadores se reúnem em um congresso promovido apenas para debater assuntos relacionados a ela. Em 2009, o Brasil sediou um dos encontros.
Concepção artística da estrela Eta Carinae – o ponto azul no meio da imagem.

Bibliografia

Disponível em <http://astronomia.blog.br/eta-carinae-morte-anunciada-de-uma-estrela/> Acesso em: 30 de nov de 2016.
Disponível em:<http://www.cienciahoje.org.br/noticia/v/ler/id/1065/n/morte_anunciada_na_via_lactea> Acesso em: 28 de nov de 2016.
Disponível em <http://g1.globo.com/platb/observatoriog1/2008/09/10/eta-carina-a-bomba-relogio/> Acesso em: 29 de nov de 2016. Disponível em <http://www.climatologiageografica.com.br/eta-carinae-a-estrela-mais-misteriosa-ja-descoberta/> Acesso em: 29 de nov de 2016.

Um comentário:

  1. http://www.msn.com/pt-br/noticias/ciencia-e-tecnologia/miss%C3%A3o-de-equipe-alem%C3%A3-ir%C3%A1-provar-que-o-homem-realmente-foi-at%C3%A9-a-lua/ar-AAkZqG2?li=AA523q&ocid=spartandhp

    ResponderExcluir