22 de janeiro de 2016

Por que vemos o céu azul?

Por que vemos o céu azul? Pois sabemos que o universo é escuro? Muitas pessoas acreditam que é decorrente ao reflexo dos mares que a tornam azul. Este fato não é verídico.
A explicação de conseguirmos ver o céu azul é devido a um fenômeno físico que ocorre na atmosfera, denominado de espalhamento de Rayleigh, (dispersão da luz por partículas muito menores que o comprimento de onda).  
A radiação solar que aquece a Terra, é uma luz branca, mas esta cor branca é composta por várias cores, pra ser mais preciso, estas cores representam as cores do arco-íris. O físico Newton comprovou este fenômeno através de testes feito com um prisma, onde a luz branca entra, e do outo lado sai as cores do arco-íris. Como se pode observar na imagem abaixo. 


Luz branca penetrando o prisma. Créditos: Uol.
Cada uma destas cores que saem do prisma contém um comprimento de onda específico. 
Quando a luz do Sol penetra a atmosfera, ela atinge os átomos de nitrogênio e oxigênio, ocasionando um espalhamento de partículas (espalhando as cores). A onda que possui o comprimento da cor azul é bem mais definida e eficiente do que as outras. Por este motivo que vemos o céu azul. 
Quando a luz solar entra em contato com a atmosfera terrestre e os átomos se encontram, há um espalhamento das demais cores, dos quais somente percebemos a cor azul. 

Fonte:


http://brasilescola.uol.com.br/fisica/por-que-ceu-azul.htm

2 comentários:

  1. Chiquérrima esta coisa de nós ora estamos voltados para um negro sideral explosivo em luz e transmutado em azul celeste colorido de brancas nuvens, ora para o mesmo negro sideral salpicado de estrelas em noites aconchegantes para sonos repousantes...:)

    ResponderExcluir
  2. Os humanos, muitos de nós, passamos toda uma vida aqui na terra sem nos darmos conta desta magnífica montagem de engenharia cósmica que nos conduz. Por vezes o céu é um espaço ignorado, mudo, quase como que inútil. Parece ser uma ignorância que não é natural. Talvez seja como um professor de Bucareste na Romênia disse, não deixa de ser uma crise existencial cujo remédio chama-se religião...:)

    ResponderExcluir